31 de maio de 2011

Combatendo a dengue




A Oficina de Saúde e qualidade de vida através da Profª Eliana Medeiros, preocupada com o foco de dengue na Rua Alferes Frazão, onde moram muitos dos alunos, dos quais alguns já contraíram a doença, resolveu aclamar a comunidade para juntos colocarem em prática os ensinamentos de combate ao mosquito.
Foram confeccionados na escola cartazes convidando a comunidade para a uma grande higiene ambiental no dia 13/05 às 13 horas.
Apesar do frio que fez naquele dia, toda comunidade colaborou, limparam seus quintais, as crianças com a professora retiraram da rua todos os objetos que serviam de criadouro do mosquito.
O trabalho foi surpreendente e satisfatório.
Foi contagiante a ação e participação dos alunos, recolheram sacos e sacos lotados de lixo, colocaram em prática os ensinamentos de higiene ambiental, conservação e preservação da saúde e natureza.
Aprenderam a socializar por meio de debates, atitudes e união que tudo pode ser feito e de forma harmoniosa e agradável.
Interação , escola, aluno e comunidade contra a dengue, resultado mais do que positivo.

4 comentários:

  1. Geison Alves 4ª A31 de maio de 2011 17:14

    Eu não pude ir, mas também não fiquei triste. Fiquei sabendo de tudo o que aconteceu e fui imaginando, me impressionei com tudo que me falaram.
    No domingo dei uma volta na rua Alferes Frazão, estava tudo limpinho, as ruas, as casas.
    Antes disso, no dia 12 de maio a professora fez cartaz, colocou no portão da escola e também na sexta-feira os alunos colaram cartazes na rua Alferes.
    Acho que até hoje estão preservando e cuidando.
    "Nós devemos preservar a natureza e não deixar ninguém poluir e destruir nosso mundo, porque Deus fez o céu e a terra para cuidarmos ".

    ResponderExcluir
  2. Eu não fui pro Alferes Frazão limpar, mas sei que a professora Eliana limpou lá e o José Vitor e os amigos deles também.
    Muito obrigado professora, você está cuidando do nosso planeta.
    Eu te agradeço muito tomara que a rua Alferes Frazão esteje limpa agora.
    A professora de saúde e qualidade de vida se preocupa com a gente.
    A gente que não dá valor, por isso que nosso mundo tá assim com a dengue.

    ResponderExcluir
  3. Interessante, oportuna e necessária a iniciativa da Profª Eliana e do Colégio Alvino Bittencourt. Meu filho comentou sobre o mutirão e, confesso, desacreditei completamente! Como ele me avisou na última hora, não tive como confirmar a atividade e por isso ele acabou não participando.

    Quero parabenizar a todos do Avlino, professores, diretores e coordenadores pelo excelente trabalho que vêm realizando.

    Mara Magaña, mãe do Rafael da 4ª A.

    ResponderExcluir
  4. equipe Ação Educativa Makiguti11 de novembro de 2011 16:16

    Sempre lembramos da professora Eliana e sua dedicação na concretização da horta e temos saudade de todos vocês que nos recebiam tão bem nas oficinas. Parabéns pelas iniciativas !

    ResponderExcluir